Pages

quinta-feira, novembro 29

Minuto certo


Foto de Shelepa-SlaV


O minuto certo em que me olhas. Que pensas dentro de mim. Em que eu sou a tua fantasia. O minuto certo em que os lençóis são mais macios. Do espaço físico. O minuto certo duma noite fria. O minuto certo em que me comovo ao ser tua. Quando te encontro e tu me encontras. O minuto certo do pequeno almoço, da ternura. Da dança que nos faz rodopiar no vermelho. Dos teus olhos a fecharem-se nos meus. Tu dentro de mim e eu dentro de ti. Do beijo que te dou.

O minuto certo de um dia 29 de Novembro de um certo ano.

sexta-feira, novembro 23

Dias nublados





Na grafonola treme a voz de Joan Baez, para trás vão os meus pensamentos, uma voz, um rosto, uma canção que ouvi vezes sem conta, sempre à espera de um sinal, cabeça a viajar, tanta luta no meu coração entre o que sentia, o que queria e o que podia, dias sem fim na expectativa de um encontro que tardava, tardes de verão, dias de inverno, passava o tempo e nada acontecia, a esperança renovada em cada manhã e a tarde esmagada pela dilacerante solidão. Joan Baez, é passado, mas para mim, não é uma voz, é um grito de desespero de quem sabia e não podia, de quem tem que ousar e não lhe é permitido !

Obrigada Joan pela companhia.



Let it be (Paul McCartney)

When I find myself in times of trouble
Mother Mary comes to me
Speaking words of wisdom, let it be.
And in my hour of darkness
She is standing right in front of me
Speaking words of wisdom, let it be.
Let it be, let it be.
Whisper words of wisdom, let it be.

And when the broken hearted people
Living in the world agree,
There will be an answer, let it be.
For though they may be parted there is
Still a chance that they will see
There will be an answer, let it be.
Let it be, let it be. Yeah
There will be an answer, let it be.

And when the night is cloudy,
There is still a light that shines on me,
Shine on until tomorrow, let it be.
I wake up to the sound of music
Mother Mary comes to me
Speaking words of wisdom, let it be.
Let it be, let it be.
There will be an answer, let it be.
Let it be, let it be,
Whisper words of wisdom, let it be.

segunda-feira, novembro 19

?!...


Foto de Amanda Com


... O milagre da multiplicação dos pães...

... Vermelho, cinza, verde, azul...

segunda-feira, novembro 12

Sempre


Foto de Zé Santos

Apaga-me os olhos; ainda posso ver-te
Tapa-me os ouvidos; ainda posso ouvir-te
E sem pés posso ainda ir para ti
E sem boca posso ainda invocar-te
Quebra-me os braços e posso apertar-te
Com o coração como com a mão
Tranca-me o coração e o cérebro latejará
E se me deitares fogo ao cérebro
Hei-de continuar a trazer-te no sangue

Rainer Maria Rilke

domingo, novembro 11

Entre o luxo e a fome



32 anos depois da independência desponta em Angola uma sociedade de luxos que vive do petróleo, dos diamantes e de outros negócios. Uma sociedade de festas, de champanhe, dos restaurantes e dos bares dos "regressados" portugueses e das lojas de marca. Para trás ficam os que não têm nada, uma população com 80% de taxa de desemprego e uma taxa de crescimento de 18%.
Hoje há festa, com fogo de artifício e lantejoulas, no Palácio da Cidade Alta com vista sobre Luanda, a cidade construída para 500 mil pessoas onde (sobre)vivem 5 milhões de desalojados de guerra.

... "Hoje há festa em Luanda. Hoje, um dia qualquer. Um bebé nasceu entre o lixo, próximo de um esgoto a céu aberto, alguém atirou uma lata de «gasosa» para um chão imundo, alguém lhe deu um pontapé, alguém a recolheu para vender no mercado da sobrevivência, alguém caiu de um prédio sem varanda, sem água, sem luz, cheio de nada, cheio de gente, construído em altura, como em extensão se construíram quilómetros de barracas instáveis e insalubres, chamados musseques." ...
... "Luanda é uma festa de crianças onde poucos têm altura para chegar à caixa das bolachas."

da reportagem de Luis Pedro Cabral para o "Expresso" em Julho 2007

quarta-feira, novembro 7

Os nossos Monumentos


Aceitando o desafio da Maria Papoila, e depois dos tais restauros, os nossos monumentos estão à vista.






Agora queremos ver os vossos :

(escolham os vossos 5 monumentos e passem o testemunho a outras 5)