Pages

quinta-feira, junho 28

Nos teus braços

foto de Michal Mierzejewski


Espero a noite para cair nesse teu abraço...
quando me prendes toda.

terça-feira, junho 26

Nua

foto de Dominique Lefort


Porque me despes completamente
sem que eu nem perceba...
E quando nua
por incrível que pareça
sou mais pura...
Porque vou ao teu encontro
despojada de critérios...
liberto os mistérios
sem perder o encanto
do prazer...
Porque
quando nua
sou única
e exclusivamente
tua...

Isabel Machado

segunda-feira, junho 25

O que farias?


Domingo à noite, entre o ler e folhear as revistas que se acumulam no sofá...
Numa delas vem um artigo sobre o tema de voltar a viver. Diz-me a minha princesa, este artigo é engraçado, diz assim:se voltasses a viver o que farias; terias o mesmo emprego, a mesma casa, terias feitos as mesmas coisas, o que não terias feito, o que mudarias, etc. Digo eu: bom, isso depende de tanta coisa, que não faço ideia! Diz ela: quanto ao resto não sei, mas uma coisa eu tenho a certeza, voltaria a escolher-te a ti !Tantos anos depois, eu também escolheria quem me escolheu, e assim em paz connosco e com o mundo, renovamos as forças para a nova semana que aí vem!

sexta-feira, junho 22

Chica busca chica



É o título da série espanhola que será emitida pela internet em capítulos de 10 minutos em canal aberto com estreia marcada para dia 29 de Junho.

"Chica busca chica é uma série que conta as histórias pessoais e sentimentais dum grupo de amigas, quase todas lésbicas. A sua vida quotidiana, trabalho, amores, ilusões e fracassos... que se procuram a si mesmas e que se encontram."

quinta-feira, junho 21

Em todos os jardins


Bolbos de Primavera em Keunkenhof (Holanda)


Em todos os jardins hei-de florir,
Em todos beberei a lua cheia,
Quando enfim no meu fim eu possuir
Todas as praias onde o mar ondeia.

Um dia serei eu o mar e a areia,
A tudo quanto existe me hei-de unir,
E o meu sangue arrasta em cada veia
Esse abraço que um dia se há-de abrir.

Então receberei no meu desejo
Todo o fogo que habita na floresta
Conhecido por mim como num beijo.

Então serei o ritmo das paisagens,
A secreta abundância dessa festa
Que eu via prometida nas imagens.


SOPHIA DE MELLO BREYNER ANDRESEN

(de Poesia I, 1944)

terça-feira, junho 19

Gosto de gostar


Apesar de apresentar alguns itens ainda em construção já fazia falta este site.


"Prefiro os que sonham. Não gosto de águas paradas. Prefiro o silêncio. Adoro a transparência. Adoro a luz. A má educação põe-me fora de mim. A arrogância também. Gosto de me levantar cedo. Enervam-me os toques simultâneos do telemóvel, do fixo, da campainha da porta. Adoro aprender. Adoro que me ensinem. Gosto de gostar. Gosto de sublinhar os livros. "


extracto do perfil de Ana Zanatti


ps : Obrigado Conversas Inacabadas pela informação.

sexta-feira, junho 15

Cetim





A mulher de que tanto se fala por causa desta lista está de volta e mais sexy que nunca.
Posou apenas com este paninho para a revista "Esquire", que lhe dedica algumas páginas na sua edição de Julho.

Ora digam lá se o verde não lhe fica tão bem...

quinta-feira, junho 14

quarta-feira, junho 13

Pela luz dos olhos teus



Pela luz dos olhos teus
Quando a luz dos olhos meus
E a luz dos olhos teus
Resolvem se encontrar
Ai que bom que isso é meu Deus
Que frio que me dá o encontro desse olhar
Mas se a luz dos olhos teus
Resiste aos olhos meus só p'ra me provocar
Meu amor, juro por Deus me sinto incendiar
Meu amor, juro por Deus
Que a luz dos olhos meus já não pode esperar
Quero a luz dos olhos meus
Na luz dos olhos teus sem mais lará-lará
Pela luz dos olhos teus
Eu acho meu amor que só se pode achar
Que a luz dos olhos meus precisa se casar.

Vinicius de Morais

terça-feira, junho 5

Despertar

foto de Amanda Com

Percorremos o caminho da quinta, até ao velho moinho, ladeado de verde onde pontuam cores. Vermelhos, pretos, roxos. Misturam-se com os aromas dos frutos que perfumam o ar. Colhemos os frutos silvestres que ali crescem : groselhas, amoras, framboesas. Continuamos. Alcançamos o moinho.

Desperta-nos os sentidos. E rimos sem reparar na perfeição do momento.

sábado, junho 2

Sons



Por vezes, temos de ouvir com cuidado, com carinho, sem medo.
Por vezes, os sons têm nuances que só quem se quer pode escutar.

sexta-feira, junho 1

Criança

desenho de uma menina de 8 anos (Darfur)


Human Rights Watch: What is going on here?
Girl: My hut burning after being hit by a bomb.
HRW: And here? [Pointing to what looks like an upside-down woman]
Girl: It's a woman. She is dead.
HRW: Why is her face colored in red?
Girl: Oh, because she has been shot in the face.
HRW: What is this vehicle? Who is this in green?
Girl: That is a tank. The man in green is a soldier.

fonte : Slate