Pages

quarta-feira, outubro 31

Decote





"Vê se pões a gargantilha
Porque amanhã é domingo
E eu quero que o povo note
A maneira como brilha
No bico do teu decote"

do Fado do Ladrão Enamorado (Rui Veloso / Carlos Tê)

segunda-feira, outubro 29

Puros


Foto de Marc Collins


"Quem disse que os lábios eram puros?
puros são os beijos que damos sem querer
nos lábios que já esquecemos."

Isabel Mendes Ferreira, Um Corpo (sub)Exposto

quarta-feira, outubro 24

Tela de Outono




Dizem que a Primavera é a época do amor. Pode ser que sim...
Os campos estão floridos, os pássaros contagiam-nos com os seus cânticos, mas ... o Outono é especial. Existe algo mais belo que um pôr do sol de Outono, quando os raios parecem formar uma tela no horizonte, rivalizando com os grandes pintores? O Outono dos passeios no bosque, quando as folhas suspensas nas árvores nos fascinam com os seus tons castanhos e dourados até cairem e estalarem sob os nossos pés... O céu, em faixas de azul pintadas de cirros cinzentos com bandos de andorinhas voando para sul para as terras mais quentes...
Uma natureza embalada pela paz, pintada em tons quentes pelos primeiros ventos, pela primeira chuva miudinha que nos convida à amizade, ao reencontro e ao amor.

Foi no Outono que te encontrei para nunca mais te perder ...

segunda-feira, outubro 22

Amig@



Os amigos são âncoras que nos prendem à vida

Mal nos conhecemos
Inauguramos a palavra amigo!
Amigo é um sorriso
De boca em boca,
Um olhar bem limpo
Uma casa, mesmo modesta, que se oferece.
Um coração pronto a pulsar
Na nossa mão!
Amigo (recordam-se, vocês aí,
Escrupulosos detritos?)
Amigo é o contrário de inimigo!
Amigo é o erro corrigido,
Não o erro perseguido, explorado.
É a verdade partilhada, praticada.
Amigo é a solidão derrotada!
Amigo é uma grande tarefa,
Um trabalho sem fim,
Um espaço útil,
um tempo fértil,
Amigo vai ser,
é já uma grande festa.

Alexandre O'Neill, da obra "No Reino da Dinamarca"

A quem teve a enorme arte de fazer o sol brilhar, e deu sentido à palavra Amizade!

Obrigada a tod@s!

sábado, outubro 20

Para ti, meu amor


Parabéns Princesa!

Quando nasceste já eu te esperava,
sem saber, esse, foi para mim o dia mais feliz!

segunda-feira, outubro 15

Sexo oral



foto de Hartmut Norenberg



Primeiro a tua língua molha o meu
coração, num vagar de fera. Estendo
aurículas e ventrículos sobre a mesa, entre
os copos, que desaparecem. Não há mais
ninguém no bar cheio de gente. Abres-me agora os
pulmões, um para cada lado, e sopras. Respiras-me.
O laser das tuas palavras rasga-me o lobo
frontal do cérebro. A tua boca abre-se e fecha-se,
fecha-se e abre-se avançando por dentro da minha cabeça. As minhas cidades
ruem como rios, correndo para o fundo dos teus olhos.
O tempo estilhaça-se no fogo
preso das nossas retinas. O empregado do bar
retira da mesa o nosso passado e arruma-o na vitrine,
ao lado dos exércitos de chumbo.
Entramos um no outro,
abrindo e fechando as pernas
das palavras, estremecendo no suor dos
olhos abraçados, fazendo sexo
com a lava incandescente dessa revolução
imprevista a que damos o nome de amor.

Sexo Oral, Inês Pedrosa

sexta-feira, outubro 12

Em sentido





Lanche?... qual lanche!
Quem quer saber de lanche quando vai partilhar um jantar em boa companhia!

O que será o petisco?

quarta-feira, outubro 10

O tempo e a memória

A Persistência da Memória, Salvador Dali - 1931

"Sem memória esvai-se o presente que simultaneamente já é passado morto. Perde-se a vida anterior. E a interior, bem entendido, porque sem referência do passado morrem os afectos e os laços sentimentais. E a noção do tempo, que relaciona as imagens do passado e que lhes dá a luz e o tom que as datam e as tornam significantes, também isso"


In De Profundis, Valsa Lenta
de José Cardoso Pires

segunda-feira, outubro 1

Body Language


"A Ginasta", um filme de Ned Farr, é um drama de rara beleza onde as cenas de dança e acrobacias, carregadas de erotismo, nos contam histórias.