Pages

terça-feira, outubro 31

Body Beautiful

Annie Leibovitz acaba de fazer um photoshop com Angelina Jolie para a edição da Vogue, ainda sem data confirmada. Leibovitz disse à Newsweek, que estas são as fotos mais sensuais de Jolie e que ela nunca esteve tão sexy.
Enquanto esperamos, revemos estas!


Vogue 2002, fotos de Annie Leibovitz

quarta-feira, outubro 25

Desejo

foto daqui

No silêncio que eu quero que seja fogo no veludo da minha pele
Saboreio o teu gesto ondulante, sacio a minha sede de prazer...

Desejo-te!

segunda-feira, outubro 16

Gigantes

Vladimir Kush
— Quais gigantes? — disse Sancho Pança.
— Aqueles que ali vês — respondeu o amo — de braços tão compridos, que alguns os têm de quase duas léguas.
— Olhe bem Vossa Mercê — disse o escudeiro — que aquilo não são gigantes, são moinhos de vento; e os que parecem braços não são senão as velas, que tocadas do vento fazem trabalhar as mós.
— Bem se vê — respondeu D. Quixote — que não andas corrente nisto das aventuras; são gigantes, são; e, se tens medo, tira-te daí, e põe-te em oração enquanto eu vou entrar com eles em fera e desigual batalha.
D Quixote de La Mancha, Miguel de Cervantes

sábado, outubro 14

Nascente

E quem diria que por debaixo da terra seca, corre ininterrupta, cristalina e louca e vai juntar-se a tanta outra. Acalma... e gota a gota espalha o seu verde pelo vale.

domingo, outubro 8

The Black Dahlia


Scarlett Johnasson merecia melhor... e de Brian de Palma esperava-se mais. Boa a interpretação de Mia Kirshner, no papel de uma Dália Negra viva e a mostrar a dor como ela só - e como chora - incapaz de sair de um underground artístico. De notar a boa prestação de Hillary Swank, a verdadeira Black Dahlia, vamp, muito negra e só.
Salva-se a fotografia, o retrato da atmosfera dos clubes nocturnos a debitar jazz e lantejoulas, do glamour das lésbicas dos anos 40, dos fatos impecáveis dos homens e dos cigarros em espirais de fumo, num filme adaptado do romance do mesmo autor de L.A. Confidential.

Stravinsky no Teatro Camões

A Companhia Nacional de Bailado apresenta,no Teatro Camões, em Lisboa, entre 20 Outubro e 5 Novembro o Programa Stranvinsky com :

Sagração da Primavera
a peça em 2 actos composta por Igor Stranvisnky em 1913, e considerada a obra que marca o ínicio do modernismo na história da música, conta a história de uma jovem que deve ser sacrificada como oferenda ao deus da primavera num ritual primitivo, a fim de trazer boas colheitas para a tribo, numa Rússia pagã.
Pássaro de Fogo
baseado nos contos populares russos sobre o pássaro mágico brilhante que é tanto uma perdição como uma benção para o seu captor, foi adaptado , nesta nova cenografia de Dieter Schoras para a CNB, aos tempos da era espacial em que o Príncipe aterra noutro planeta.

quarta-feira, outubro 4

Querer

Amadeo Modigliani "Nudo 1917" óleo sobre tela

Ainda ontem te quis A minha cabeça viajou ao redor de ti Deixou que me invadisses de máximo Quis... Fazer amor a seu jeito e ficar exausta no teu leito Ainda ontem te quis!