Pages

quarta-feira, maio 26

Fragmento de Luz


Wrinkles, de PTTB

- Nem sabes o que perdes por não usares óculos.
- O que perco? - perguntou Pete, servindo-se de chá.
- Vou-te dizer. Estás a ver, há sempre um ponto de luz no centro da lente, no centro da tua visão. Não te podes enganar. Não dás um passo em falso. Há sempre, mesmo na noite mais escura, um niquinho, um fragmento de luz, a pairar diante de ti. Ouve cá, há pessoas, sabes isso tão bem como eu, que andam por aí sempre com um vinco na testa. Quando, às vezes, tentam eliminar esse vinco, o mundo ganha sentido, são capazes de investir no que quer que seja. Pois, é isso mesmo, não estou a dizer que eu tenha a mesma perspectiva, só por haver alturas em que me apercebo que este quadrado de luz existe. Mas digo-te uma coisa. O que este ponto de luz faz, é que indica o ângulo da tua órbita. Não precisas de te pôr a olhar assim para mim. Não estás a perceber. Dá-te um sentido de direcção, mesmo que nunca saias do mesmo sítio.

Harold Pinter, Os Anões

3 comentários:

Anónimo disse...

Vou já pô-los!

NDORETTO disse...

Fantástico!
bjs
neusa

AlmaAzul disse...

Depois de ler até dá gosto ter óculos :)
*