Pages

sexta-feira, maio 22

Subprime


3 comentários:

Anonyma disse...

Delicioso vídeo mas tristemente realista...embora acredite que a grande maioria nem de carro saiu de casa mas a pé e com a roupa que tinha no corpo...
Temo que os impactos da virtualização sem controlo de produtos ou subprodutos da actividade humana não fique apenas por aqui...o primeiro embate foi nos empréstimos à habitação, receio que o seguinte seja no crédito de incentivo ao consumo...afinal o dinheiro de plástico parece tão fácil de usar...os próximos anos não se adivinham de facilitismo embora, havendo eleições este ano, essa talvez seja a cor usada...

Cris (Mahinder Kaur) disse...

Ou seja, vende-se uma cabana pelo preço de uma bruta vivenda, certo? Isso é que é inflacionar, ou, como diz a minha mãe, viver no faz-de-conta... E depois, dá no que deu...

g disse...

Anonyma Bem real, tanto prazer em exibir, tão pouco tempo para viver, quase sempre também com tão pouca qualidade de vida, mas obsecados pela aparência.
E parece-me que tudo vai ficar na mesma...

Cris Uma cabana deveria chegar-nos, o problema é que não é assim.

Bjs