Pages

quarta-feira, maio 2

Teu corpo meu espaço

foto de Oleg Tityaev

Teu corpo é raiz
rasgando a terra nua
do meu sexo

Teu corpo é vertical
onde os meus dedos tocam as distâncias

Teu corpo é diálogo sem palavras
O grito em ressonância
no meu espaço

Manuela Amaral

7 comentários:

g disse...

Que mania de andar sempre de máquina na mão...

Lia g. disse...

Adorei seu blog. As fotos são lindas ! Parabens !
Visitarei mais vezes.

LiA g.

M. disse...

Meninas
onde é que raio vocês andam para a G. estar com tanto calor na foto?...
mais tenho a dizer que o tom do tecidito é de um soberbo 'requinti'... ;)
beijos, muitos

ps. a afilhada subscreve.

Viz disse...

Aiaiaiaiaiaiaia....Calores

a disse...

lia g., Obrigada pelas suas simpáticas palavras. Volte sempre.

m., Requinte, requinte... não é só o tecido!
Bjs nossos

ps: bjs "afilhada"

viz, O Verão está à porta. ;)

a disse...

g, A minha máquina dispara sempre que te vê...

g disse...

Paixão da minha vida, sem a "tua máquina" eu desconhecia a verdadeira beleza do "céu"!
Não deixes que a avariem.....
Milhões de beijos para o meu pinto.