Pages

domingo, maio 31

O Início da Caminhada



Em sala composta, com alguma gente conhecida e muitas mais caras anónimas, fez-se hoje, pelas 16h no Cinema S Jorge, em Lisboa, a apresentação pública deste movimento.
Sónia Duarte Lopes da Associação para o Planeamento da Família, apresentou os intervenientes desta sessão. A actriz Fernanda Lapa leu o manifesto fundador do MPI.

Seguiu-se a constitucionalista Isabel Mayer Moreira com um discurso irrepreensível.
Depois, a actriz e escritora Ana Zanatti que "pela legitimidade do amor" afirmou "ter esperança no despertar das consciências menos iluminadas" e assumiu-se como parte da minoria: “Estou a reclamar os meus direitos como cidadã que quer ou não casar”, considerando que não aceita “perder direitos por ser minoria”.
Por sua vez o psiquiatra Daniel Sampaio, afirmou que "casar é esperança que se quer partilhar"
Por fim, interveio o empresário e comentador Pedro Marques Lopes. Todos defenderam a legalização no Código Civil dos casamentos entre pessoas do mesmo sexo.


ASSINA A PETIÇÃO AQUI

1 comentário:

S-Kelly disse...

O meu nome já está! :)