Pages

segunda-feira, maio 18

Eu


foto de Patti Levey


Eu, ante o torpor da luz da manhã, que fere.
Eu, separando um mundo do outro.
Eu, escorregando no incompleto das pessoas, em atritos e defesas, traçando rotas de colisão.
Eu, caminhando cheia de pressa na incongruência dos dias.
Eu, no pretérito imperfeito dos sentidos e do desejo.
Eu, passando, encurralada entre muros de preconceitos.
Eu, nas profundezas do azul entre flores e lágrimas de desistência.
Eu, conjurando o futuro, conjugando a sobrevivência.
Eu, um grão no Universo.

10 comentários:

g disse...

E sou eu, sem qualquer incongruência ou preconceito conjugando o futuro contigo em cada manhã.

A.S. disse...

Cansados da vida ou cansados de nós, que diferença fará!

A imagem... fabulosa!

BjO"ss

estrelaminha disse...

bom dia!
eu, desejo-te uma boa semana sem lágrimas e com estrelas guia para visualizares um amanhã risonho. ;-)
beijocas

S-Kelly disse...

e o EU é acima de tudo, sujeito, matéria, vontade, alegria, vida, e tempo, muito tempo para fazer da vida o melhor que ela tem.
Tem uma boa semana

Scorpio_Angel disse...

a,

Lembraste-me Oscar Wilde:

"Não é o perfeito, mas o imperfeito, que precisa de amor."

Que melhor razão queres todas as manhãs? :)

:*

tulipa disse...

Sim realmente somos um pequeno grão no Universo, mas um grão que pode fazer toda a diferença.

um abraço
tulipa

via disse...

podemos ir conjugando ao infinito que não se esgota!

maripoza disse...

TU! :)

1 beijo

as velas ardem ate ao fim disse...

Um grão cehio de alma.

um bjo

Dantins disse...

Um pequeno grão que pode fazer a diferença!