Pages

quarta-feira, agosto 13

Nusquam [lugar nenhum, utopia]



"N U S Q U A M é um retrato possível do Homem contemporâneo na busca de si próprio e da sua razão de ser no mundo. Uma procura desesperada para sobreviver à pressão da coerção social que nos aprisiona em “bolhas” particulares e nos transforma em indivíduos, resultado de padrões e de normas sociais. A busca de modelos/ideais, que produzem, essencialmente, alienação e ideias ilusórias de liberdade e felicidade, o conflito gerado entre o idealismo de cada um e a respectiva incapacidade de concretização, isola quatro personagens nas suas frustrações, conduzindo-as gradualmente a uma ruptura com a realidade. A ascensão e a projecção nos sonhos, onde todas as utopias são possíveis, irão desenhar-lhes caminhos para a reconciliação ou para a total incompatibilidade com as suas vidas." - Teatro do Mar

Foi assim ontem à noite, na Pala do Pavilhão de Portugal o espectáculo do Teatro do Mar integrado no Festival dos Oceanos.

2 comentários:

t. disse...

Puxa, aadivinha foi logo descoberta :-)

g disse...

A sul é comigo!:)