Pages

segunda-feira, abril 9

Tatuagem


Quero ficar no teu corpo feito tatuagem
Que é pra te dar coragem
Pra seguir viagem
Quando a noite vem
E também pra me perpetuar em tua escrava
Que você pega, esfrega, nega
Mas não lava
Quero brincar no teu corpo feito bailarina
Que logo se alucina
Salta e te ilumina
Quando a noite vem
E nos músculos exaustos do teu braço
Repousar frouxa, murcha, farta
Morta de cansaço
Quero pesar feito cruz nas tuas costas
Que te retalha em postas
Mas no fundo gostas
Quando a noite vem
Quero ser a cicatriz risonha e corrosiva
Marcada a frio, a ferro e fogo
Em carne viva
Corações de mãe
Arpões, sereias e serpentes
Que te rabiscam o corpo todo
Mas não sentes

Chico Buarque

7 comentários:

g disse...

Daquelas que não se apagam!
Sentes? ;)

a disse...

Yeessss!

g disse...

E qual é o papel do cavalo?

a disse...

Passeios campestres...

Conversas inacabadas... disse...

O vosso blog está cada vez mais lindo...sempre foi...desculpem lá...sei que o comentário não tem nada a ver com tatuagens...mas sobre isso também vos posso dizer que a vossa amizade ficou tatuada no nosso coração. Beijos...2x2

LemonTea disse...

Esta música é lindíssima!

g disse...

conversas, E o teu quando activo também é fantástico. Quanto à tatuagem é recíproca.

lemonzinha, Ainda bem que gostaste.
Bjs.