Pages

sexta-feira, julho 8

Dentro


Dentro de mim penso,
Olho...à minha volta e confundo-me
quero da vida certezas
e incerta ela continua provocante....
os minutos são cada vez mais ágeis
mas precisos na medição,
certo com o sol da manhã
é a vida dentro de mim
não há mais minutos do que os que me foram destinados
e na incerteza,
eu, tu, nós
continuamos a contá-los
a vivê-los, a gozá-los
no permente sentir...
de que é urgente viver o amanhã!

6 comentários:

cs disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
via disse...

parece-me que vamos tendo certezas provisórias mas não muito resistentes.

g disse...

via É isso mesmo e quanto mais o tempo passa, mais assim é.

Pedrasnuas disse...

Há momentos em que nos sentimos mais frágeis e à nossa volta tudo parece desmoronar... Pois,faltou a maçã...bem observado!!!

Chocolover disse...

Dentro de ...?

g disse...

Pedras É mesmo.

Barba só não chega!

Choco Tu sabes...;)