Pages

sexta-feira, dezembro 3

Dever à vida


Dever à vida é ter estado parado no passeio errado, contemplando o passeio certo do outro lado da avenida e não ter tido a coragem de atravessa-la.
Dever à vida é termos tido medo do atropelamento, desconhecendo que, parados, nos atropelamos a nós próprios.
Dever à vida é reconhecer, mal nos levantamos pela manhã, que a paisagem é o deserto.
Dever à vida é sentirmos, que secaram na consciência, os castelos de ilusões da infância.
Dever à vida é estar vazio, de braços caídos, olhar sem brilho, e sentir que por mais que a queiramos encher, assim permanece .

3 comentários:

rv disse...

absolutamente de acordo, e triste é observarmos q existe quem nem se aperceba disso

DarkAngel disse...

haja força para fazer a magia que temos dentro de cada um nós vir ao de cima :)

L.I disse...

concordo plenamente...
Por vezes esquecemos de sonhar, de arriscar, de ambicionar mais de nós, dos outros e da nossa própria vida, acomodamo-nos a viver com a sombra do que gostariamos de ter feito ou de ter sido, e isso é algom impensável.
Parabéns pelo trabalho
Já agora convido t para visitres os meus dois blog, deixando aqui os links, passa la e comenta:
http://wwwomenworld.blogspot.com/
http://lezzhome.blogspot.com/

As portas estão abertas, espero por ti!