Pages

sexta-feira, setembro 11

Mergulho



Mergulho no azul, bem fundo, sustenho a respiração, pesco palavras no fundo do mar, venho à tona, flutuo olhando o turbilhão branco à minha volta, misturo-me com as ondas, por momentos sou gaivota em busca de alimento, voo picado sobre a tua praia, sou tragada pelo teu mar em ondas de prazer que trago a cada gesto teu, a cada palavra, em cada olhar.

7 comentários:

g disse...

Mergulho sofrêgo, que ousamos inventar!

as velas ardem ate ao fim disse...

ainda quero dar o meu ultimo...

um abraço

AlmaAzul disse...

Magnífica imagem muito bem acompanhada. Deixa vontade de muitos mais mergulhos...

O Profeta disse...

Troquei as voltas a um Golfinho feliz
Afagei a cria de uma Baleia azul
Confundi uma nuvem com ilha encantada
Perdi-me na rota entre o Norte e o Sul

Aprisionei o olhar de uma gaivota
Enchi a alma com penas de imensa leveza
Enchi o coração de doce maresia
Adormeci nos braços da incerteza

Vem viajar comigo no meu barco de papel


Bom domingo

Doce beijo

tulipa disse...

Aptecia-me mergulhar e não vir logo ao de cima...

um abraço

tulipa

maripoza disse...

que bom mergulho esse... :)

beijo!

a disse...

g Meu Amor, A cada dia!

vela, Não demores.

Outro abraço.

AlmaAzul, Não se esgotam num único.

Profeta, Sempre Poeta!

Porque não viajar no teu barco de papel?!

Tulipa, Em apneia...mas voltar, sempre!

Um abraço tb para ti.

maripoza, Seja bem aparecida!

Muitos mergulhos por esses mares?

Bj