Pages

quarta-feira, junho 4

Para Ti



Hei-de mandar arrastar com muito orgulho
Pelo pequeno avião da propaganda
E no céu inocente de Lisboa,
Um dos meus versos, um dos meus
Mais sonoros e compridos versos:

E será um verso de amor...


Alexandre O’Neill, Poesias Completas, 1951/1981

7 comentários:

g disse...

E eu outro...

Special K disse...

E será um lindo verso com certeza.
Beijos

kris disse...

Olha que boa ideia...hum hum.....nos ceus de lisboa...:)) bjs

BOO disse...

Fantástico!!

Beijos x 2! ;)

RV disse...

ooooooooooooooooooooohhhh!

tb quero!

bjs p 2

a disse...

Meu Amor, Rotas coincidentes!

a disse...

special k, Lindissimo!

Bjs

kris, Em qualquer céu é uma bela ideia.

Bjs.

boo, Podia ser tua a foto!

Bjs

rv, Só quando estiveres por cá!

Bjs nossos.